Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.


Segunda-feira, 18.09.17

Rancho Folclórico das Camponesas da Casa do Povo de Soajo com exibição prometedora na romaria da Senhora da Porta (grande fotorreportagem)

IMG_9241.JPG

“Batismo” auspicioso fora de Soajo. A romaria da Senhora da Porta “apadrinhou”, ontem, 17 de setembro, a primeira exibição, “fora de casa”, do Rancho Folclórico das Camponesas da Casa do Povo de Soajo desde a refundação da coletividade, que, recorde-se, já tinha atuado nas Festas da Vila de Soajo em meados de agosto.

Após o momento formal de apresentações, com Manuel Carvalho na locução, o rancho soajeiro, que mistura juventude e experiência, abriu com a típica Cana Verde de Soajo. A seguir ao ritual de colocação da fita no estandarte, o “ressuscitado” rancho (fundado em 1978), como a ele se referiu o presidente da Casa do Povo de Soajo, desfiou uma bonita sequência de “modinhas”, de danças e de cantares tradicionais: do S ao Ramalhinho, da Chula ao Vira de Quatro (dedicado à plateia), do Vira Geral ao Vira do Leiras…

Ao desafio lançado por Manuel Carvalho para que a assistência “engrossasse” o Vira Geral, muitos voluntários “saltaram” logo para o adro da igreja da Misericórdia. E a eles também se juntaram os mesários João Manuel Esteves e António Lima, que, à sua maneira, mostraram algumas habilidades, cantando e dançando ao som da concertina.

No fim, sobrou a conclusão de que, o recém-refundado rancho, com a sua bonita estúrdia, e “puxando” pela paixão, pelo engenho e pelo cruzamento de gerações diferentes, tem tudo para vir a trilhar um caminho de sucesso, transportando o nome de Soajo por Portugal inteiro.

De resto, a participação ativa e entusiástica de muitos elementos infanto-juvenis, além da graciosidade que só as crianças sabem transmitir (com desmedida alegria), deixa salvaguardado o futuro do folclore soajeiro, lugar onde as meninas Catarina e Virgínia serão preciosas guardiãs dos cantares da Terra, como se viu pela exibição destemida que ambas tiveram este domingo, com os importantes estímulos da “veterana” Maria de Fátima…

Sem considerações de favor por parte deste blogue, foram merecidos os aplausos com que o público tributou os cerca de quarenta elementos do Rancho Folclórico das Camponesas da Casa do Povo de Soajo, servindo os elogios de importante estímulo para futuras exibições de gala…

IMG_8935.JPG

IMG_8913.JPG

IMG_8942.JPG

IMG_8976.JPG

IMG_8974.JPG

IMG_8956.JPG

IMG_8971.JPG

IMG_8942 (1).JPG

IMG_8951.JPG

IMG_8966.JPG

IMG_8954.JPG

IMG_8972.JPG

IMG_8950.JPG

IMG_8949.JPG

IMG_8953.JPG

IMG_8947.JPG

IMG_8945.JPG

IMG_8948.JPG

IMG_9163.JPG

IMG_9173.JPG

IMG_9168.JPG

IMG_9196.JPG

IMG_9205.JPG

IMG_9216.JPG

IMG_9188.JPG

IMG_9187.JPG

IMG_9186.JPG

IMG_9181.JPG

IMG_9281.JPG

IMG_9280.JPG

IMG_9269 (1).JPG

IMG_9289.JPG

IMG_9265 (1).JPG

IMG_9263 (1).JPG

IMG_9256.JPG

IMG_9266 (1).JPG

IMG_9265.JPG

IMG_9263.JPG

IMG_9269.JPG

IMG_9234.JPG

IMG_9230.JPG

IMG_9245.JPG

IMG_9226.JPG

IMG_9270.JPG

IMG_9248.JPG

IMG_9179.JPG

IMG_9211.JPG

 

IMG_9224.JPG

IMG_9220.JPG

IMG_9227.JPG

IMG_9209.JPG

IMG_9206.JPG

IMG_9182.JPG

IMG_9069.JPG

IMG_9345.JPG

IMG_9344.JPG

IMG_9347.JPG

IMG_9335.JPG

IMG_9332.JPG

IMG_9330.JPG

IMG_9343.JPG

IMG_9316.JPG

IMG_9315.JPG

IMG_9300.JPG

IMG_9319.JPG

IMG_9294.JPG

IMG_9293.JPG

IMG_9291.JPG

IMG_9299.JPG

IMG_9390.JPG

IMG_9408.JPG

IMG_9383.JPG

IMG_9379.JPG

IMG_9374.JPG

IMG_9389.JPG

IMG_9363.JPG

IMG_9362.JPG

IMG_9360.JPG

IMG_9365.JPG

IMG_9358.JPG

IMG_9356.JPG

IMG_9350.JPG

IMG_9359.JPG

IMG_9346.JPG

IMG_9451.JPG

IMG_9455.JPG

IMG_9444.JPG

IMG_9441.JPG

IMG_9435.JPG

IMG_9431.JPG

IMG_9442.JPG

IMG_9428.JPG

IMG_9412.JPG

IMG_9409.JPG

IMG_9429.JPG

IMG_9399.JPG

IMG_9397.JPG

IMG_9464.JPG

IMG_9466.JPG

IMG_9296.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 17:30

Quinta-feira, 14.09.17

Jornal luxemburguês sugere Soajo como paragem "indispensável" num roteiro pelo Parque Nacional

eqedq.jpg

Soajo e o único Parque Nacional estão, cada vez mais, nas páginas dos media nacionais e internacionais. Desta vez, é o jornal L’essentiel, do Luxemburgo, que dá grande destaque ao território que ostenta “paisagens de cortar a respiração”. O artigo é encimado pelo título “Le parc portugais de Peneda-Gerês pour souffler” (em português, “O parque português de Peneda-Gerês para respirar”) e está devidamente ilustrado com paisagens verdejantes, uma queda de água, petiscos, vinhos, espigueiros e vistas deslumbrantes.

O primeiro parágrafo da peça, publicada esta quarta-feira, 13 de setembro, é uma descrição perfeita do destino apresentado para uma “viagem”. “O Parque Nacional da Peneda-Gerês, no norte de Portugal, é todo ele um quadro idílico. Existem vastos espaços verdes e aí oferece-se uma autêntica arte de viver”, lê-se.

Na reportagem que serve de excelente veículo de promoção do Alto Minho em terras luxemburguesas, o território de Soajo é visto como uma “etapa indispensável” no roteiro que Patrick Théry sugere na rubrica “Voyage” (“Viagem”). Pelas riquezas naturais, pelo património (espigueiros, pelourinho), pelos mergulhos em água cristalina e fresca, pela vida regalada que se leva, pelas caminhadas e pela oferta de alojamento, Soajo e o Parque são apresentados como tesouros a descobrir.

No trabalho de duas páginas, que surge resumido em plataforma online, é dito que, “pensando em Portugal, logo se imagina uma praia no Atlântico. Mas há outra parte que merece uma visita. […] Cruzar o Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG) é uma oportunidade para respirar ar fresco antes de encontrar a imensidão de turistas em locais mais movimentados”.

“Criado em 1971, o PNPG, único em Portugal, cobre mais de 700 km2 e oferece uma grande variedade de paisagens. Além do seu grande lago artificial, [o PN] está cheio de cursos naturais de água que foram mais ou menos feitos pelo homem para permitir uns banhos”, conta-se.

Ainda sobre as lagoas, e também acerca das riquezas naturais e arquitetónicas, a descrição é superlativa. “A água é fria, mas que experiência única! No curso de caminhadas e de descobertas, o viajante encontrará, inevitavelmente, o caminho para a Peneda. Esta é, sem dúvida, uma das aldeias de montanha mais bonitas. A meio caminho entre Lamas de Mouro e Soajo, o viajante pode cavalgar um despenhadeiro debruçado sobre uma colina e [contemplar] uma cascata natural. Um espetáculo impressionante. Um bom pretexto para uma paragem, desfrutando-se do antigo edifício destinado aos peregrinos, que se transformou num hotel”, explica o articulista. 

O blogue Soajo em Notícia agradece a António Gonçalo Enes pela gentileza de nos ter encaminhado a reportagem recém-publicada.

21762662_770814099777948_1539288140465854496_o.jpg

92248-KQnRLDWhPe2nCxjrdKyvFw.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:32

Quarta-feira, 13.09.17

Boas-vindas para 24 crianças na escola de Soajo

imgpsh_fullsize (5) (3).jpg

O ano letivo 2017/2018 começou esta quarta-feira, 13 de setembro, na Escola Básica da Eira do Penedo/Jardim-de-Infância, com a receção aos alunos matriculados nesta instituição. Após as férias, o regresso à escola é sempre um momento de reencontros e, também, de ansiedade. Como principal novidade, pela negativa, o 1.º ciclo vai ter apenas um professor e uma sala a funcionar para quatro níveis de escolaridade.

A comunidade educativa marcou presença neste dia de apresentações. Os pais e encarregados de educação conduziram os 17 educandos do 1.º ciclo e as sete crianças do ensino pré-primário à sala onde o coordenador Fernando Jorge de Melo Gomes (Joca) explicou os horários a vigorar no novo ano letivo, assim como as disciplinas do plano curricular e as regras de funcionamento.

Em declarações ao blogue Soajo em Notícia, o mesmo responsável realçou o empenho do edil João Manuel Esteves e da assistente operacional (auxiliar) Ana Quintas para que o pré-escolar continue, este ano, de portas abertas para sete meninos, existindo a possibilidade de o número engrossar a curto prazo. As crianças matriculadas na pré-escola, que são de Soajo (vila, Vilar de Suente e Cunhas) e de Rouças (Gavieira), conheceram nesta sessão de boas-vindas a professora Helena.

No que diz respeito ao 1.º ciclo, funcionará uma turma mista com os quatro níveis de escolaridade, um desafio, sem dúvida, para a professora Maria de Fátima. A população escolar inscrita é quase toda ela de Soajo, havendo apenas um aluno de Tibo (Gavieira).

A auxiliar Ana Quintas prestará apoio a todos os alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo.

Depois da receção, as atividades letivas arrancam esta quinta-feira, 14 de setembro.

0.jpg

imgpsh_fullsize (9) (3).jpg

imgpsh_fullsize (8) (2).jpg

imgpsh_fullsize (13) (1).jpg

imgpsh_fullsize (6) (3).jpg

imgpsh_fullsize (7) (3).jpg

imgpsh_fullsize (3) (5).jpg

imgpsh_fullsize (2) (5).jpg

imgpsh_fullsize (1) (6).jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:31

Terça-feira, 12.09.17

Encontro Ser EducAção (pequena fotorreportagem)

imgpsh_fullsize (10).jpg

Soajo recebeu, de 8 a 10 de setembro, o III Encontro Ser EducAção. Esta organização, que refletiu sobre “Ser, Educar e Agir”, pertenceu à Associação Moving Cause, que contou com o apoio de várias instituições soajeiras (e não só).

O evento valorizou, este ano, o contacto com o meio natural e, segundo esta lógica, o programa desfiou várias ações de educação ambiental com “momentos de exploração, reflexão e diversão para adultos e crianças”.

A animação, muito diversificada, distraiu os participantes deste Encontro que se realizou bem longe dos centros de decisão.

imgpsh_fullsize (9) (1).jpg

imgpsh_fullsize (11).jpg

imgpsh_fullsize (10) (1).jpg

imgpsh_fullsize (12).jpg

imgpsh_fullsize (8).jpg

imgpsh_fullsize (7) (1).jpg

imgpsh_fullsize (6) (1).jpg

imgpsh_fullsize (4) (2).jpg

imgpsh_fullsize (3) (3).jpg

imgpsh_fullsize (2) (3).jpg

imgpsh_fullsize (1) (4).jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:30

Segunda-feira, 11.09.17

Abate de acácias-da-austrália com deposição em curso de água

IMG_2769.JPG

No ribeiro a jusante da “Ponte Velha” de Ermelo, na fronteira com Soajo, foi feito, em tempos recentes, um grande abate de árvores, estando boa parte da ramificação depositada na linha de água ou nas margens do referido curso que desagua no rio Lima. Mas algum do material arbóreo cortado, pela subida do caudal do Lima, foi levado para o leito do rio, deslizando em grandes ilhas até submergir ou “estacionar” nas margens deste curso que atravessa os quatro concelhos da Ribeira Lima.

Entre as espécies abatidas encontram-se, sobretudo, inúmeras acácias-da-austrália (acacia melanoxylon como nome científico), também conhecidas por acácias-pretas, numa zona rica em flora e muito bem preservada. Perto deste crime ambiental, existe a ecovia de Ermelo.

Não se sabe quem procedeu ao corte das “austrálias” que, sem terem sido removidas, acabaram largadas ali mesmo. E, como bem documentam as fotos, o ribeiro está, ainda, entulhado com diverso material arbóreo.

O caso já foi denunciado ao Serviço de Proteção da Natureza (SEPNA), tendo a situação sido encaminhada para o Comando Territorial da GNR de Vila Real.

IMG_2805.JPG

IMG_2770.JPG

IMG_2744.JPG

IMG_2748.JPG

IMG_2691.JPG

IMG_2712.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:30


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930