Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.



Quarta-feira, 31.08.16

Pedro Martins explica relação de simbiose com o adjunto Alexandre Casanova

19587477_Z6Eyg.jpegEm equipa (técnica) que ganha não se mexe. A dupla constituída por Pedro Martins e Alexandre Casanova, após um período de indefinição, prorrogou a ligação ao Centro Recreativo e Cultural de Távora Santa Maria, clube que ascendeu, na época finda, à 1.ª divisão distrital da Associação de Futebol de Viana do Castelo.

Confirmada a continuidade do corpo técnico, a pré-época da equipa tavorense arrancou, entretanto, no passado dia 29 de agosto e, durante este período de preparação, serão realizados vários jogos particulares para “afinar a máquina". O primeiro jogo-treino realiza-se já no próximo dia 3 de setembro, frente ao Moreira do Lima, no Campo Monte Aval. No dia 10, a “turma” de Pedro Martins defronta, fora de portas, a equipa júnior da Associação Desportiva de Ponte da Barca.

O Távora, que juntou cinco jogadores oriundos do Pacô (Ricardo Coutas, Daniel Filipe, Ruizinho, Henrique e Bruno Dias) ao “núcleo duro” da temporada anterior, não assume a candidatura à subida, mas quer apresentar argumentos para fazer uma época tranquila. O presidente António Maria Sousa e o técnico Pedro Martins concordam que a meta é a manutenção.

A jornada inaugural do campeonato da 1.ª divisão distrital disputa-se no próximo dia 25 de setembro. O primeiro adversário sairá do sorteio a realizar esta quarta-feira, 31 de agosto, no auditório da Associação de Futebol de Viana do Castelo.

 

Quatro perguntas a Pedro Martins

“Alexandre Casanova pensa como eu”

  1. Existe uma simbiose perfeita entre Pedro Martins e Alexandre Casanova. Qual é o segredo?

Sim, há um profundo conhecimento um do outro, uma forma de trabalhar em equipa, uma reciprocidade de ideais e uma amizade fortemente cimentada… Enfim, pensamos da mesma maneira. É tudo isso que nos tem permitido merecer a confiança de vários clubes, com resultados muito positivos.

  1. A equipa técnica liderada por si chegou a ser hipótese para dirigir o Atlético dos Arcos ou foi um mero rumor?

Foi só rumor, tanto assim que o Atlético dos Arcos nem sequer tinha direção para nos abordar. Noutras épocas, sim, chegámos a ser solicitados.

  1. Com que objetivos parte o Távora para a época 2016/2017?

Vamos lutar pela manutenção. O nosso objetivo é fazer um campeonato tranquilo e sem sobressaltos. Queremos ganhar os jogos em casa e conquistar pontos fora nos redutos menos complicados, amealhando os pontos necessários para assegurar, o quanto antes, a manutenção. Para alcançar essa meta, os jogadores com qualidade são sempre bem-vindos.

  1. Que campeonato antevê?

Será um campeonato muito competitivo. O Vianense e o Neves apresentar-se-ão fortíssimos, mas o Atlético dos Arcos e o Cerveira também serão candidatos à subida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:43

Terça-feira, 30.08.16

Turismo dispara na época alta

19205697_cqlH2.jpeg

O turismo continua a ser um setor de forte sazonalidade e Soajo conhece, na chamada “época alta”, um aumento significativo do fluxo de turistas (e de visitantes), atraídos pelas paisagens de rara beleza, pela boa gastronomia, pelos monumentos cheios de história e pela hospitalidade das gentes locais.

Quem visita Soajo procura ambientes, refúgios e pretextos diferentes, pelo que é necessário separar o turista do visitante. Pela experiência dos operadores turísticos, os primeiros têm maior poder de compra, são mais exigentes e privilegiam o turismo de natureza (fauna e riquezas naturais). Por sua vez, os visitantes, sob influência de rankings de grande difusão pública, vêm pelas paisagens e pela gastronomia, desfrutando, sobretudo, dos refúgios naturais e dos sabores típicos da terra.

Com base em informações apuradas localmente, os “tesouros” mais procurados em Soajo, “coração” do único Parque Nacional, são a eira comunitária, as lagoas, o casario, o pelourinho e a Porta do Mezio.

A fotorreportagem vale por “mil textos”.

20150628_215907

IMG_0906.JPG

IMG_6694.JPG

IMG_1273.JPG

IMG_7624.JPG

IMG_1409.JPG

IMG_1332.JPG

casasadrao.jpg

cortelhoseida.jpg

animais6.jpg

animais5.jpg

IMG_6657

animais3.jpg

poça.jpg

MoinhoLages.jpg

DSCN5305.JPG

IMG_3618.JPG

javali.jpg

corço.jpg

12642645_1117429278290564_7808331541125455305_n.jp

Branda_do_areeiro

20160314-DSCN3061

Cabana_da_Cerradinha

19435918_evhkQ.jpeg

A.JPG

4a.jpg

Carne-de-Cachena-com-arroz-de-feijão-tarrestre-75

maxresdefault.jpg

Aldeia-dos-Pequeninos.jpg

24480643536_3b58bc2c07.jpg

510470674_1280x720.jpg

19735013_z9fzP.jpeg

19693728_e6n1T.jpeg

19653340_CBQlK.jpeg

19565364_WAPzC.jpeg

19565362_veYvl.jpeg

19435936_yIaKt.jpeg

19706727_mtJrC.jpeg

19435895_eJAP2.jpeg

19388079_jSkHz.jpeg

19387516_zfTbp.jpeg

19297301_24sc4.jpeg

19181854_ukNRQ.jpeg

18032567_YQ6C8.jpeg

18032536_8oQf0.jpeg

6628854.jpg

27_16.jpg

12_158.jpg

6.jpg

1_704.jpg

 

1.jpegAlgumas fotos da autoria de Carlos Pontes, Diogo Sá Lima e Joaquim Neto

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:33

Segunda-feira, 29.08.16

Ministério da Administração Interna destina 500 mil euros aos criadores de gado com pastagens destruídas

transferir.jpgO Ministério da Administração Interna acionou a conta de emergência, no valor de 500 mil euros, para apoio aos criadores de gado com pastagens destruídas pelos incêndios. Os prejudicados podem submeter candidaturas de 1 a 9 de setembro.

O referido montante, que parece escasso, visa subsidiar a compra de rações para animais pelos proprietários das explorações pecuárias de zonas montanhosas de freguesias cobrindo os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Viseu e Guarda, onde os incêndios florestais destruíram pastos usados na alimentação de gado. As freguesias abrangidas por esta ajuda são aquelas cuja área ardida corresponda a 30% ou mais da sua área total, como é o caso de Soajo.

“A ajuda financeira será atribuída com base numa avaliação dos danos e na verificação da incapacidade dos criadores de gado conseguirem resolver o problema pelos seus próprios meios, através do acionamento de contratos de seguro”, explica a nota do Ministério tutelado por Constança Urbano de Sousa.

IMG_0285.JPGA ajuda financeira será paga pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, titular da conta de emergência, e que está sob dependência do Ministério da Administração Interna.

A equipa que validará a ajuda a prestar aos proprietários das explorações pecuárias será coordenada por Jorge Gomes, secretário de Estado da Administração Interna.

IMG_0169.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:30

Domingo, 28.08.16

"Caça à mesa" inspirou convívio com casa cheia

IMG_0781.JPGQuando os caçadores não podem ir à caça, porque é defeso (e o que virá a seguir, com os habitats queimados?), são os petiscos servidos à mesa que juntam os fãs desta ancestral atividade. Foi o que se lembrou de fazer, este sábado, 27 de agosto, o Clube de Caça e Pesca de Soajo, que, com a esmerada ajuda de um grupo de voluntários, realizou um muito concorrido jantar-convívio.

No salão da Casa do Povo, com capacidade lotada (130 comensais), não foi preciso ter carta de caçador para degustar, por 15 euros, um variado menu que incluiu “aperitivos” como chouriça, salada de codornizes, arroz de corço e javali estufado com batatas e castanhas, ingredientes regados com bom vinho. O público aderente, de todas as idades e de várias proveniências (incluindo quatro amigos da Galiza, presenças assíduas em jornadas de caça…), gostou e, com os normais aperfeiçoamentos ou ajustes, aguarda novas organizações.

Presença notada na sala foi a da brigada FEB – Força Especial de Bombeiros (“Canarinhos”) – posicionada em Adrão, convidada pelo Clube de Caça e Pesca, mas, para surpresa dos mais atentos, os sapadores de Soajo não participaram neste convívio, porque não receberam convite. Com ou sem fundamentação legal, impunha-se, acima de tudo, um gesto de cortesia e de reconhecimento pelo trabalho que é realizado todos os dias do ano pela brigada local. Por seu turno, a Comissão dos Compartes dos Baldios da Freguesia de Soajo, convidada pela organização, fez-se representar por António Amorim.

Um dos pontos altos desta realização consistiu no sorteio das rifas, tendo a “lotaria” saído à soajeira Rosa Gomes Esteves Amorim, que ganhou um touro.

IMG_0912.JPG

A origem do corço

Antes do jantar-convívio sobrou farta polémica, alimentada nas redes sociais, devido à origem do corço, espécie protegida.

Confrontado com as reações críticas, António Cerqueira (Catito), presidente do Clube de Caça e Pesca, quis pôr termo ao assunto apresentando comprovativo.

“Às pessoas que ficaram tão indignadas com o menu deste jantar-convívio, digo que o corço confecionado [na Casa do Povo] foi comprado na Galiza, conforme fatura anexa”, defende-se o dirigente, que promete, com ironia, preparar, em futura realização, uma ementa herbívora, à base de forragens para animais.

14111592_10210936465275471_872950794_n.jpg

14172064_10210936461635380_104725547_n.jpg

14138318_10210936466795509_1182568833_n.jpg

14193818_10210936472715657_376298455_n.jpg

14138463_1265528293480661_446140306_n.jpg

14171935_1265528300147327_485513415_n.jpg

IMG_0892.JPG

IMG_0795.JPG

14102012_1265528080147349_1154523988_n.jpg

IMG_0889.JPG

IMG_0897.JPG

14171935_1265528216814002_469975343_n.jpg

14112043_1265528483480642_399357833_n.jpg

14111759_1265528100147347_2014840347_n.jpg

14138463_1265528293480661_446140306_n.jpg

IMG_0887.JPG

IMG_0874.JPG

IMG_0800.JPG

IMG_0791.JPG

IMG_0789.JPG

IMG_0792.JPG

IMG_0873.JPG

IMG_0785.JPG

IMG_0798.JPG

IMG_0788.JPG

IMG_0917.JPG

IMG_0797.JPG

IMG_0878.JPG

IMG_0918.JPG

IMG_0875.JPG

IMG_0877.JPG

IMG_0880.JPG

14138436_1265528343480656_2036902418_n.jpg

14111981_1265528183480672_564925471_n.jpg

14138458_10210936475235720_1222632405_n.jpg

IMG_0920.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:56

Sexta-feira, 26.08.16

Alunos de Medicina promovem estilos de vida saudáveis em Soajo

864143.jpg

O Núcleo de Estudantes de Medicina da Universidade do Minho, em articulação com o Município de Arcos de Valdevez, reedita, de 1 a 4 de setembro, o projeto Aldeia Feliz. Soajo é uma das localidades onde os futuros médicos vão realizar ações de sensibilização para a saúde e promoção de estilos de vida saudáveis. Ao blogue Soajo em Notícia, a vereadora com o pelouro da Saúde, Belmira Reis, adiantou que a equipa coordenadora do projeto está a trabalhar o calendário de visitas às aldeias.

Os estudantes centrarão a sua intervenção no plano das refeições equilibradas e saudáveis, na avaliação das condições de segurança relativas à habitação e na deteção de novos casos de emergência social (marginalização e solidão). Pelo meio, como de costume, será dinamizado um diversificado programa que inclui rastreios e sessões informais sobre saúde, alimentação e bem-estar.

Recorde-se que, no âmbito do projeto Aldeia Feliz, foi identificado, em 2014, um conjunto detalhado de situações de fragilidade social, nas freguesias de Soajo, Cabreiro, Cabana Maior, Gavieira, Gondoriz e Sistelo. Este levantamento permitiu rastrear diversos casos de isolamento e solidão na terceira idade, com uma vertente pedagógica associada, através da sensibilização para a forma como proceder em situações de emergência. As juntas de freguesia das referidas localidades, também, participaram neste processo como mediadoras, visto serem um mecanismo de referência (e de confiança) para a população idosa. Paralelamente, foram recolhidos elementos acerca dos apoios prestados aos idosos por familiares e centros sociais.

Segundo referiu na altura a vereadora Belmira Reis, a iniciativa possibilitou, na sua intervenção primária, uma rápida avaliação sobre os domínios da qualidade de vida da comunidade a residir em aldeias de montanha, com impacto na sua “saúde, bem-estar e segurança”.

De resto, o projeto Aldeia Feliz – pela aplicação de conhecimentos, interação com colegas e contacto com a população envelhecida – foi bastante enriquecedor para os alunos participantes nas edições de 2014 e 2015.

13925466_1170638182978800_2243406034836595357_o.jp

aldeia_feliz_convivio_mezio_3 (1).jpg

aldeia_feliz_convivio_mezio (2).jpg

aldeia_feliz_convivio_mezio (3).jpg

13958218_1183926801649938_8461982558859963717_o.jp

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 16:30

Pág. 1/6



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031