Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Teresa Araújo, Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.


Quarta-feira, 09.08.17

Conheça o projeto soajeiro que no âmbito do OPP pretende “criar uma marca de vestuário” a partir de lã e linho

IMG_7776.JPG

No quadro do Orçamento Participativo Portugal (OPP), decorre, até 10 de setembro próximo, a fase de votação pelos cidadãos nos projetos preferidos do OPP, cuja lista foi publicada no passado dia 6 de junho. O OPP é um projeto do Poder Central inscrito no programa do Governo PS.

O projeto “Moinhos de Água”, que também está a votação desde 7 de junho, é da autoria do soajeiro António Amorim. Tem âmbito regional (norte) e inscreve-se na área cultural.

Segundo o proponente, “o projeto consiste na recuperação de moinhos tradicionais movidos a água para os transformar num museu vivo, com ênfase em ciclos de atividade agrícola, nomeadamente ciclo do milho e centeio, ciclo do vinho, ciclo do linho e da lã. Nestes moinhos, far-se-á o aproveitamento da energia através da água, que será autossuficiente para diversas utilizações. Serão criadas oficinas de trabalho onde serão produzidas peças de artesanato, ligadas a diversas áreas, como, por exemplo, peças em lã, linho e artesanato. Em alguns desses moinhos funcionavam oficinas abertas ao público, de modo a partilhar saberes e experiências”, explica António Amorim.

“Com as peças produzidas em lã e linho, pretende-se criar uma marca de vestuário que seja capaz de transparecer a identidade do Alto Minho. Cremos que o valor máximo a afetar a este projeto não deverá exceder os 200 mil euros, tendo em conta os meios e recursos a afetar ao mesmo, e tendo em conta um período de execução de 24 meses”, estima António Amorim.

Recorde-se que a fase de apresentação de propostas para o OPP terminou no passado dia 19 de abril, tendo Arcos de Valdevez recebido, no dia 13 de janeiro, um dos encontros mais produtivos a nível nacional (as três sessões que originaram mais ideias desenvolveram-se em Alenquer, com 57 propostas, Aveiro (54) e Arcos de Valdevez (51)).

Ao longo de 49 sessões abertas, foram feitas 1021 propostas. Por temas, a área da cultura, com 416 ideias, foi a que recebeu mais propostas.

A apresentação pública dos oito projetos vencedores, resultantes da votação feita pelos cidadãos nos projetos do OPP, será efetuada no próximo mês de setembro.

O OPP tem disponível um montante de 3 milhões de euros.

 

Nota - Pode votar no projeto "Moinhos de Água" através do seguinte url: https://opp.gov.pt/listas-provisorias/projetos-para-votacao/46-moinhos-de-agua

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:05

Sexta-feira, 04.08.17

Vilarinho das Quartas em festa

IMG_9633.JPG

As festividades em honra de Nossa Senhora da Guia começam hoje, 4 de agosto, e prolongam-se até segunda-feira, 7.

O programa, que alia o sagrado ao profano, é o seguinte (apenas o essencial):

. 4 de agosto – Noite de rusgas (22.00).

. 5 de agosto – Grupo de bombos de Lindoso (15.00); procissão de velas (21.00); Mike da Gaita (22.30); fogo de artifício (23.30).

. 6 de agosto – Missa cantada (14.00); arrematação de ofertas a Nossa Senhora da Guia (15.00); cantares ao desafio com Manuel Leiras e Cunha (16.00); Grupo Show Band (22.00).

. 7 de agosto – Churrasco (19.00).

Dentro das possibilidades, tentará o blogue acompanhar, ou pelo menos noticiar, as restantes romarias que vão acontecendo pelos vários lugares de Soajo.

IMG_9707.JPG

 Fotos de arquivo

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:36

Quinta-feira, 03.08.17

Rancho de Vilarinho em vários palcos do Minho este mês de agosto

IMG_3722.JPG

O Rancho Folclórico da Associação dos Amigos de Vilarinho das Quartas, fruto da sua reconhecida qualidade, é, atualmente, um dos grupos mais requisitados dentro e fora deste concelho. No verão, onde não há aldeia no Minho (sobretudo) sem romaria, o Rancho de Vilarinho é, sem dúvida, um dos grupos mais ativos de momento, contando com espetáculos quase todos os fins de semana (nalguns com três apresentações).

Em tempos recentes, contabilizam-se diversas atuações em diversas regiões de Portugal, do Minho ao Alentejo, onde o grupo intergeracional tem prestigiado imenso o nome de Soajo e, simultaneamente, a cultura de base popular da Terra, com o desfiar de “modinhas” como a estricaina, o vira dos quatro, a coxa, o vira passado, a chula, a cana verde, o ramo ou a sereninha.  

Segundo a página oficial do Rancho de Vilarinho das Quartas, estão aprazadas sete exibições até 20 de agosto próximo. Eis a lista completa:

. 5 de agosto em Santa Cristina de Longos (Guimarães);

. 6 de agosto nas festas da Nossa Senhora da Lapa (Arcos de Valdevez);

. 12 de agosto na festa de Santo António (Gração, S. Jorge);

. 13 de agosto na festa de Oleiros (Ponte da Barca);

. 13 de agosto na festa de Portela do Homem (Terras de Bouro);

. 15 de agosto nas festas de Soajo;

. 20 de agosto em Arões (Fafe).

19696828_oyoM4.jpeg

19429771_1328135073906368_2637584574830122170_n.jpg

 

17759795_1251695144883695_2952132878546768309_n.jpg

17757543_1251695268217016_3420860669676147337_n.jpg

17626384_1251695224883687_7821515822483718056_n.jpg

17546863_1251695201550356_7205854036982073589_o.jpg

19732168_1344639305589278_5532099277710871341_n.jpg

19553976_1336826309703911_5873778458382738219_n.jpg

 Fotos: Soajo em Notícia e Facebook do Rancho Folclórico da Associação dos Amigos de Vilarinho das Quartas

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:21

Quarta-feira, 02.08.17

Escultura comemorativa do Foral de Soajo “só depois das eleições”

IMG_2219.JPG

É mais uma trapalhada, desta vez com a Câmara Municipal igualmente envolvida. Terminada a empreitada relativa à reorganização viária e funcional do acesso ao Largo do Eiró, está ainda por colocar, no largo fronteiro ao Restaurante Videira, a escultura comemorativa dos 500 anos do Foral de Soajo, facto histórico que se festejou em 2014.

Apesar do muito tempo decorrido, Manuel Gomes Capela disse ao blogue Soajo em Notícia que o monumento ainda não será erigido este verão no local a ele destinado, escudando-se numa decisão do edil João Manuel Esteves. “A escultura só será instalada depois das eleições autárquicas [1 de outubro], porque o presidente da Câmara Municipal receia que haja atos de vandalismo nesta altura de campanha eleitoral contra a peça que não é assim tão barata [cerca de 30 mil euros]”, frisa o presidente da Junta, numa explicação que, a ser verídica, fere a dignidade do bom povo soajeiro.

Para cabal esclarecimento dos leitores em geral e dos soajeiros em particular, Soajo em Notícia perguntou, por escrito, aos serviços técnicos do Município se a peça, à data do início deste mês de agosto, estava executada e quando é que a mesma seria instalada no local a ela destinada, mas nenhuma resposta nos foi concedida até à hora de publicação deste post.

No meio desta "embrulhada", o blogue sabe que o prémio relativo ao concurso (publicitado no portal camarário e em vários órgãos de comunicação social) ainda não foi entregue ao vencedor Fernando Cerqueira.

Características da escultura

Da peça, em bronze, com cerca de três metros de altura, que assentará numa base de pedra, sobressairá uma espécie de minipiscina circular, em jeito de recuperador de água. O monumento é descrito pelo artista Fernando Cerqueira como sendo “bastante luminoso”.

***

Post Scriptum - Entretanto, já depois de publicado o artigo acima, apurámos junto de fonte do Município que “a escultura não começou ainda a ser fundida”, devendo este trabalho ocorrer só pelo próximo outono.

IMG_2224.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 17:15

Terça-feira, 01.08.17

Começou a obra do parque infantil

IMG_2237.JPG

Arrancou, esta segunda-feira, 31 de julho, a construção do parque infantil no Campo da Feira (nas proximidades das casas de banho públicas), num espaço que ficou vago após a desistência de um feirante. A escolha deste local respeita uma sugestão da comunidade educativa que desde a primeira hora quis o equipamento perto do jardim de infância e da escola primária, segundo os serviços técnicos do Município de Arcos de Valdevez.

A obra, orçada em cerca de 15 mil euros (confiada à empresa Concretos Vez – Construção Civil e Obras Públicas), estará “concluída no prazo de duas semanas”, ou seja, “bem a tempo do próximo ano letivo”, garante o presidente da Junta de Freguesia de Soajo.

Este equipamento de recreio será constituído por escorrega, baloiço e dois balancetes.

IMG_2228.JPG

IMG_2233.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:15


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031