Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.



Segunda-feira, 20.06.16

Balanço da I Feira da Porta do Mezio (fotorreportagem)

IMG_6847.JPG

No balanço e contas da I Feira da Porta do Mezio, depois de um sábado pouco concorrido, o domingo teve nota positiva, com o recinto, de três hectares, a receber grande número de visitantes. Mas o negócio, excluindo os petiscos regionais e algumas marcas endógenas (mel, doces, licores, compotas e ervas), não foi nada frutuoso para a maioria dos expositores, como o Soajo em Notícia testemunhou no local.

O S. Pedro domingueiro, de sol esfuziante, “chamou” muitas pessoas ao recinto da feira, a maioria atraída pelo popular programa “Somos Portugal”, da TVI, que ajudou a divulgar o território (embora teimem em baralhar os telespetadores confundindo a serra de Soajo com o “Gerês”), promovendo, ao mesmo tempo, os típicos saberes/sabores da terra, com destaque, na emissão, para os soajeiros “Serrana Gourmet”, "Rosemade", "Pão-de-ló de Soajo", “ArtSoajo”, "Bar do Mezio" e “Tasquinha do Eiró”.

Viu-se muita gente a rondar os expositores durante a tarde de ontem, domingo, é verdade, mas poucas lembranças foram compradas. Salvou-se, no entanto, a área das tasquinhas, onde centenas de convivas, no meio de uma paisagem idílica, degustaram os pratos típicos da terra, à volta das improvisadas “esplanadas”, quase sempre em animadas conversas.

Como de costume, o artesanato (espigueiros em miniatura, bordados, acessórios de moda, elementos decorativos, tudo feito com alma e paixão), o fumeiro, as plantas e os produtos biológicos tiveram reduzida procura. “O que ainda vai saindo mais é a chouriça, mas não se vem aqui para vender”, diz o conformado José Canossa, do Talho Arcuense. Do lado, dos artesãos, Armando Moscoso dá voz a um setor que já viveu melhores dias. “Este negócio, devido à proliferação de produtos chineses, está em crise”, sentencia, opinião subscrita, de véspera, por Eduardo Rocha. E a fruta biológica, “por não ser o produto-alvo dos visitantes”, também “não teve grande procura”, queixou-se Esmeralda Vieira, da Quinta Porta do Covelo (Gondoriz).

De resto, o domingo, além da animação permanente (encontro de concertinas, danças e cantares tradicionais, bombos, chegada de quarenta motards da concentração “Recontro de Valdevez”, apanha do poldro…), foi de grande proveito para os produtores de gado autóctone, que, ao todo, em prémios monetários, embolsaram milhares de euros. Mas, se a feira é multissetorial, porque é que os produtores de mel, artesanato, vinho, entre outros, não recebem, também, ajudas diretas? A pergunta tem razão de existir…

Ainda assim, o domingo serviu para mitigar o dececionante dia de abertura, um cenário que o jogo Portugal-Áustria, para o Campeonato da Europa, já fazia antecipar desde que se ficou a saber a data desta edição de estreia. O desafio começou às 20.00, mas pouca gente passou, antes e depois, pela Porta do Mezio.

IMG_6802.JPG

IMG_7055.JPG

IMG_5833.JPG

IMG_6438.JPG

IMG_6460.JPG

IMG_6451.JPG

IMG_6555.JPG

IMG_6387.JPG

IMG_6824.JPG

IMG_6641.JPG

IMG_6703.JPG

IMG_6615.JPG

IMG_7015.JPG

IMG_7007.JPG

IMG_7004.JPG

IMG_6908.JPG

IMG_6894.JPG

IMG_5951.JPG

IMG_6574.JPG

IMG_6598.JPG

IMG_6780.JPG

IMG_6710.JPG

IMG_6463.JPG

IMG_6432.JPG

IMG_6426.JPG

IMG_6476.JPG

IMG_6844.JPG

IMG_6762.JPG

IMG_6780.JPG

IMG_6500.JPG

IMG_6482.JPG

IMG_6735.JPG

IMG_6931.JPG

IMG_7011.JPG

IMG_6947.JPG

 

13443264_470040403188912_8151183028152371104_o.jpg

13443142_470040346522251_960155516443532489_o.jpg

13442547_470040586522227_3928466103758875793_o.jpg

13418510_470040656522220_3565572371292867235_o.jpg

Quatro últimas fotos: Porta do Mezio

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:31



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2016

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930