Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Teresa Araújo, Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.



Sexta-feira, 03.03.17

Conheça os 11 projetos incluídos no Plano-piloto a implementar no Parque Nacional

Teixo.jpg

Foi publicado, recentemente, em Diário da República, o diploma que consubstancia o Plano-piloto de prevenção de incêndios florestais e de valorização e recuperação de habitats naturais no Parque Nacional. Este decreto resulta da Resolução aprovada, em meados de dezembro do ano findo, no Conselho de Ministros n.º 83/2016.

A seguir, são apresentados os 11 projetos que este Plano-piloto engloba.

 

Projeto 1 – Restauro da mata do Mezio

. Objetivos principais: rearborizar 495,5 hectares da área florestal ardida com espécies autóctones, regular o pastoreio, implementar o plano de gestão florestal e investir na fruição do espaço natural.

. Orçamento previsto: 1 233 620 euros.

. Responsáveis pela implementação: ICNF, com Baldios e Câmara Municipal de Arcos de Valdevez.

F1000008.0.jpg

 

 Projeto 2 – Restauro da mata do Ramiscal

. Objetivo principal: reconstituir os habitats naturais perdidos.

. Orçamento previsto: 468 990 euros.

. Responsáveis pela implementação: ICNF e Baldios.

 

Projeto 3 - Programa de prevenção estrutural e conservação da mata Nacional do Gerês

. Objetivo principal: conservar os habitats naturais da Mata Nacional.

. Orçamento previsto: 324 440 euros.

. Responsável pela implementação: ICNF.

 

Projeto 4 – Ordenamento e sustentabilidade da Zona de Proteção Total da mata de Albergaria

. Objetivo principal: gerir/regular a visitação massiva sazonal.

. Orçamento previsto: 430 mil euros.

. Responsáveis pela implementação: ICNF e Câmara Municipal de Terras de Bouro.

Geres_27dez2012_LG_DSC09737.JPG

 

Projeto 5 – Informação e participação socioeconómica dos agentes locais

. Objetivos principais: informar as populações residentes no território do PN sobre as ações a implementar no âmbito do Plano-piloto do PN e valorizar economicamente o património natural e cultural da região, promovendo a diversificação das atividades agrossilvopastoris.

. Orçamento previsto: 503 900 euros.

. Responsáveis pela implementação: ADERE-PG, com PN e outras entidades do território.

 

Projeto 6 – Conservação das populações autóctones de pinheiro-silvestre do PN

. Objetivo principal: aumentar os povoamentos de pinheiro-silvestre autóctone.

. Orçamento previsto: 250 mil euros.

. Responsável pela implementação: ICNF.

 

Projeto 7 – Conservação das florestas mediterrânicas de teixiais

. Objetivo principal: aumentar a extensão de ocorrência do habitat prioritário de teixiais.

. Orçamento previsto: 50 mil euros.

. Responsáveis pela implementação: ICNF e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

 

Projeto 8 – Melhoria da cobertura da rede móvel

. Objetivos: aumentar a cobertura da rede móvel de modo a que não haja “zonas de sombra” que impeçam a comunicação, melhorar as condições de segurança dos turistas que percorrem os trilhos do PNPG e permitir a comunicação entre as diversas forças de segurança em situações de resgate.

. Orçamento previsto: 360 mil euros.

. Responsáveis pela implementação: todos os municípios da área protegida.

 

Projeto 9 – Expansão e melhoria de habitats prioritários e vegetação autóctone

. Objetivos: melhorar os habitats prioritários e a vegetação autóctone, gerir faixas de combustível e reforçar a vegetação autóctone.

. Orçamento previsto: 430 mil euros.

. Responsáveis pela implementação: Câmaras municipais de Montalegre e Ponte da Barca.

 

Projeto 10 – Revitalização dos setores produtivos tradicionais

. Objetivos principais: mapear e caracterizar o agronegócio no PN, numa plataforma acessível e atualizada, e desenvolver ações de capacitação dos agentes locais, estimulando a cooperação e transferência do conhecimento, em benefício das empresas, e promovendo a inovação tecnológica do agronegócio do PN.

. Orçamento previsto: 574 860 euros.

. Responsáveis pela implementação: IPVC, municípios do PNPG, ADERE-PG, ADRIL, ADRIMINHO, ATAHCA, Direção Regional de Agricultura do Norte e ICNF.

 

Projeto 11 – Equipas e equipamentos para complementar a ação do Corpo Nacional de Agentes Florestais

. Objetivo: mobilizar equipamentos e meios para a execução das ações previstas no Plano-piloto, designadamente no domínio da prevenção (gestão de faixas de combustível, recuperação e abertura de acessos, etc.) e da recuperação de habitats, da vigilância no combate a incêndios e operações de rescaldo.

. Orçamento previsto: 3 800 000 euros.

. Responsável pela implementação: ICNF.

sapadores1.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:50



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031