Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.



Quinta-feira, 06.07.17

Dirigentes dos Baldios “de costas voltadas”

42398437.jpeg

Voltamos ao assunto que está a dar que falar em Soajo.

Na página oficial dos Baldios de Soajo, António Amorim, 1.º vogal do Conselho Diretivo, e Virgílio Barreira, vice-presidente da Mesa da Assembleia de Compartes, arrasam, sem nó nem piedade, a “política do quero, posso e mando” que a presidente, Cristina Martinho, e o vice-presidente, Diamantino Pedro, têm vindo a empreender à frente da associação, sem que haja “vontade de alterar este tipo de comportamento”.

Mas as críticas à ação do Conselho Diretivo dos Baldios de Soajo não são recentes e já circulam, há muito, na praça pública. Resumidamente, como o blogue já reportou em tempo oportuno, há queixas sobre alegados favorecimentos pessoais, identificadas extensas áreas de baldio por limpar na freguesia, denunciados contratos assinados pelo Conselho Diretivo à revelia das deliberações tomadas pela Assembleia de Compartes e criticadas adjudicações de trabalhos de limpeza (sem concurso?) quando estas pertenceriam aos sapadores locais.

Mas, na declaração subscrita pelos queixosos, são acrescentadas outras situações anómalas. É questionada, desde logo, a “cedência à ARDAL, através de protocolo, da antiga casa florestal do Arieiro [para o futuro centro “Lobo e Homem”], contrariando uma deliberação da Assembleia de Compartes, na qual foi aprovado ceder o espaço ao Clube de Caça e Pesca de Soajo”.

Noutro plano, e “em desacordo com o modelo de gestão” em vigor, António Amorim e Virgílio Barreira anunciam que “não estão a ser cobrados serviços prestados a particulares” nem recebidas as “rendas em atraso”.

Além disso, para demarcação de atos recentes, ambos assinalam que a “substituição do lugar deixado vago na equipa de sapadores florestais” não obedeceu a concurso e constatam que o lugar de chefe desta brigada não foi atribuído ao “elemento com mais antiguidade”.

“Já denunciámos estas situações […], em reunião de todos os órgãos sociais, há cerca de dois meses, e fizemo-lo na última reunião de Direção, realizada no dia 3 de julho, mas a única resposta que obtivemos foi urgência”, vincam os queixosos.

Entretanto, a presidente do Conselho Diretivo dos Baldios de Soajo desmente a prática de favores pessoais e rejeita fins eleitoralistas na ação dos sapadores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 19:25



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031