Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Teresa Araújo, Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.



Segunda-feira, 12.12.16

Obras ansiadas em Vilar de Suente

IMG_6437.JPG

O idílico lugar de Vilar de Suente carece de várias intervenções, a maioria relacionada com a rede viária e com a recuperação de equipamentos e infraestruturas. O relógio da capela, por acertar “há cerca de uma década”, segundo uma residente, é a metáfora perfeita da estagnação que aflige esta aldeia típica de Soajo, onde parte do casario conserva a sua traça original.

No plano das acessibilidades, estão detetadas, há um ror de tempo, situações críticas quer nas vias de acesso ao lugar, que apresentam diversos estrangulamentos, quer nos caminhos interiores com vários “pontos negros”, e para os quais, ao contrário do que está a ser feito, são precisos trabalhos regulares de limpeza.

Deste modo, o Caminho de Reigada, que reclama um arranjo de fundo, é para os locais um melhoramento prioritário, mas a obra não parece exequível nos próximos tempos, por não constar do plano plurianual de atividades do atual executivo.

De resto, também são necessários investimentos noutras vias. Para o Caminho da Barreira, mais conhecido por “Caminho do Cemitério”, além de um largo fronteiro ao cemitério a construir em área baldia – para beneficiação do acesso, estacionamento de viaturas e facilitação de manobras –, são reclamadas obras de correção no percurso, que se prendem com a remoção de uma lomba e, também, de uma fraga em cruzamento. 

Outra obra ansiada é a reabilitação da capela. Apesar de algumas intervenções aí executadas, há cerca de seis anos (custeadas pelos paroquianos), o pequeno “templo” apresenta evidentes sinais de degradação, principalmente nas paredes (lascas a cair…) e no pavimento exterior.

Entretanto, depois do incêndio do passado verão que fustigou Vilar de Suente, os fontenários públicos, volvidos quatro meses, continuam “secos”. “A água que existe é a da companhia”, disse ao Soajo em Notícia Maria Tibeiro Branco.

Pela positiva, sabe-se que a valorização da área baldia será feita, a curto prazo, com o plantio de número significativo de folhosas.

Residem em Vilar de Suente cerca de sessenta pessoas.

IMG_6446.JPG

IMG_6395.JPG

IMG_6411.JPG

IMG_6465.JPG

IMG_6428.JPG

IMG_6445.JPG

IMG_6424.JPG

IMG_6471.JPG

IMG_6479.JPG

IMG_6482.JPG

IMG_6436.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 14:14



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031