Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.



Sexta-feira, 13.10.17

Saiba qual o risco que paira na obra do adro da Igreja Paroquial de S. Martinho de Soajo

DSCN9250.JPG

As placas de caleira em pedra que começaram a ser instaladas no exterior da Igreja Paroquial de S. Martinho de Soajo, há escassos dias, sem dúvida que asseguram um eficaz escoamento da água (desde que, a prazo, se faça convenientemente a limpeza dos resíduos acumulados), mas a utilização deste material em degraus (de lanços) de escadas não salvaguarda a segurança dos paroquianos e dos turistas de ocasião.

Existem dois níveis de risco, bastante diferenciados. A instalação de caleiras no espaço lateral contíguo ao templo acarreta um risco menor (embora, como princípio, os riscos devam ser eliminados ou, pelo menos, reduzidos o mais possível). No caso, o risco de acidente é atenuado por não ser uma área de circulação prioritária. Mas o risco, por pequeno que seja, existe de facto.

De resto, o respeito pelas regras básicas de segurança desaconselharia completamente a instalação de caleiras (com aberturas enormes) em degraus pegados a lanços de escadas, onde o risco é especialmente agravado e onde a circulação é incompatível com saltos altos ou botins, facto que não está devidamente acautelado na obra em curso.

Se nada for feito, não será impossível ver alguém em pontas dos pés ou preso nas placas côncavas que estão a ser lá posicionadas. Não se venha dizer, depois, que não se pode usar saltos altos para que ninguém tropece, caia ou torça o pé… E, já agora, em caso de acidente, quem assumirá a responsabilidade?

DSCN9253 (1).JPG

DSCN9259.JPG

DSCN9251.JPG

DSCN9261.JPGNota: Para fundamentação técnica da peça, o blogue consultou um técnico superior de segurança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:40


1 comentário

De Anónimo a 14.10.2017 às 23:05

As aberrações continuam…
Alguém com o maior poder de decisão nas matérias ligadas aos equipamentos relacionados com a Igreja de Soajo e Centro Social e Paroquial nos patenteia, de quando em vez, com grandes contra-sensos!
Sem prejuízo de voltar a pronunciar-me sobre a irreparável destruição de um importantíssimo testemunho histórico, revelador de um antigo templo medieval que precedeu a actual igreja, e que ninguém jamais havia tido o atrevimento de o aniquilar, apareceu, após centenas de anos, uma “sumidade” completamente leiga nestas matérias a fazê-lo! E, ainda, por cima, quando contactada por “Soajo em Notícia” para se pronunciar sobre a insólita agressão, continuou, com certo desdém, a exibir ainda mais aberrantes deformações argumentativas neste tipo de saberes…
Quem pretende sobrepor, aspectos de beleza, à preservação de um bem de grande relevância histórica e cultural, só depõe em desabono de suficiente preparação cultural…
Mas, desta vez através de materiais construtivos desajustados, mandou-se colocar como que um “último degrau de escadas”, em curvatura bastante cavada, que mais parece ser uma “armadilha” para se derrubarem sobre perigosa pavimentação granítica, sobretudo pessoas idosas ou crianças, suscitando-lhes ferimentos mais ou menos graves…
TRAVAR ESTES “FOJOS” É UMA URGÊNCIA INADIÁVEL, TAL O INCUMPRIMENTO DE BÁSICAS NORMAS LEGAIS DE SEGURANÇA EM LOCAIS PÚBLICOS…
Este exercício interventivo do uso dos meus direitos e deveres cívicos é também para ajudar a denunciar, publicamente, estes potenciais perigos, abordados nesta peça jornalística! Exigências de ordem moral, legal e cívica, nos impeliram a esta chamada de atenção neste comentário, em ordem a contribuir para se acautelar a mobilidade em segurança dos humanos que utilizarem os degraus das escadas adjuntas à igreja matriz da vila de Soajo.
Jorge Lage

Comentar post



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031