Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Teresa Araújo, Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.



Quarta-feira, 08.02.17

Soajo vai ter um novo hotel. Conheça o promotor soajeiro

IMG_8724.JPG

Está em alta a confiança dos promotores turísticos. Encorajados pelo enorme potencial do território e pela visitação que Soajo tem vindo a reforçar de ano para ano, há localmente cada vez mais agentes a empreender iniciativas e investimentos ligados à indústria do turismo.

É o caso do soajeiro Alexandre Rodrigues, emigrante na Suíça, que vai investir na abertura de um empreendimento hoteleiro, o qual se encontra em fase de construção na vila de Soajo, nas proximidades da Padaria Seara Nova.

SOAJODREAMS, o nome da futura unidade, remete para as experiências de “sonho” que este recanto tem para oferecer a quem visitar o território, cuja riqueza natural, arquitetónica e cultural está, ainda, por explorar na sua plenitude.

Sem beliscar a concorrência, Alexandre Rodrigues adianta que este “projeto vem completar a oferta de alojamento em Soajo e criar sinergias para o comércio local”. Parte do princípio de que todos só têm a ganhar com a espetacular “envolvente” que decora Soajo, tornando este destino cada vez mais popular para férias e “escapadelas” no meio da natureza. Além disso, direta ou indiretamente, são preciosos aliados da SOAJODREAMS a gastronomia e os produtos endógenos, o património construído (casario, espigueiros, ruas graníticas…) e o Parque Nacional, a cultura e as tradições ancestrais, o rio e a serra, a pacatez e a segurança…

O hotel, com oferta de “14 apartamentos turísticos/estúdios”, ainda sem data de abertura prevista, será devidamente adaptado ao contexto e ao público-alvo. A unidade, talvez de 3 estrelas, não disponibilizará restaurante e a oferta de piscina está em fase de estudo.

Em entrevista ao blogue Soajo em Notícia, Alexandre Rodrigues desvenda o que SOAJODREAMS vai ser na nova dinâmica que se pretende introduzir no “coração” do Parque Nacional.

 

Quem é Alexandre Esteves Domingues Rodrigues

Naturalidade: Soajo (Carreiras)

Idade: 49 anos

Situação profissional: emigrante na Suíça há 31 anos

Alexandre Rodrigues.jpg

Entrevista com Alexandre Rodrigues

“O mercado hoteleiro enfrenta grandes desafios”

Como e quando é que surgiu a ideia de construir um hotel na vila de Soajo?

Quando, em finais de 1985, emigrei para a Suíça, nos primeiros anos, tive oportunidade de trabalhar e fazer formação no setor hoteleiro. É claro que esta passagem profissional teve muita influência na decisão, depois, vêm as nossas raízes e o gosto pela Terra.

Este projeto germinou há alguns anos, mas tive de lidar com muita burocracia, que é um obstáculo em Portugal. Mas, por natureza, sou um otimista.

Que tipo de hotel será SOAJODREAMS?

O hotel vai ter apartamentos turísticos em estúdio. Ao todo, serão 14 unidades.

Não sou adepto de hotéis de 4 e 5 estrelas, que têm um impacto direto no custo e no preço ao cliente. Temos de ter sempre em conta os requisitos e o público-alvo.

Que público pretende captar?

É o nicho que procura Soajo para explorar todo o potencial deste paraíso. Nesse sentido, pretendemos valorizar e desenvolver atividades para oferecer boas condições ao turista que visita o território.

Quais as tendências que perceciona no mercado?

O mercado hoteleiro enfrenta grandes desafios que decorrem do facto de existirem vários promotores no mercado de alojamento com difusão na Internet. A indústria do setor hoteleiro tem de trabalhar as novas tendências e, por vezes, os elevados custos de funcionamento tornam os projetos inviáveis.

Além do alojamento, que valências é que o hotel vai oferecer?

O projeto não vai ter restaurante, porque penso que temos restaurantes suficientes em Soajo para responder ao mercado. Quando à disponibilização de piscina, temos uma solução em estudo.

Que marcas é que vão distinguir SOAJODREAMS da concorrência e do alojamento local?

Há marcas de demarcação concorrencial que são de realização simples e de investimento reduzido. Estou convencido de que este projeto vem completar a oferta de alojamento em Soajo e criar sinergias para o comércio local.

Em que medida é que será dada preferência a recursos humanos de Soajo? A quantas pessoas vai dar trabalho?

A pergunta é pertinente… Este tipo de atividades não pode ser deslocalizada. Recrutar localmente faz todo o sentido, pois, quando se trabalha no setor turístico, temos de estar disponíveis.

IMG_8713.JPG

IMG_8707.JPG

IMG_8708.JPG

IMG_8720.JPG

IMG_8723.JPG

IMG_8741.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:34



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728