Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.



Quinta-feira, 24.01.19

Assembleia de Freguesia extraordinária no próximo domingo

IMG_4500A Assembleia de Freguesia de Soajo reúne-se, em sessão extraordinária, no próximo domingo, 27 de janeiro (pelas 17.00), para decidir se aceita ou não a transferência de competências para a freguesia no domínio da instalação de “Espaços Cidadão”. Esta prerrogativa decorre da Lei-quadro da transferência de competências, que consagra novas atribuições da Administração do Estado para os municípios, as entidades intermunicipais e as freguesias.

Neste contexto, o Decreto-Lei n.º 104/2018, de 29 de novembro, ao abrigo das alíneas a) e b) do n.º 1 do artigo 38.º da Lei n.º 50/2018, de 16 de agosto, concretiza a transferência de competências para os órgãos das freguesias no domínio da instalação e da gestão de “Espaços Cidadão” – pontos de atendimento que reúnem serviços de diferentes entidades num único balcão.

Ora, de acordo com o articulado, fica definido que os órgãos das freguesias, por via da descentralização direta do Estado, passarão a ter novas competências para instalar (e gerir) estes “Espaços Cidadão”, em articulação com a rede nacional de lojas de cidadão e com os municípios.

Segundo os prazos legais, as freguesias terão de comunicar à Direção-Geral das Autarquias Locais se pretendem aceitar ou rejeitar a transferência desta competência (para 2019) até ao próximo dia 2 de fevereiro, após deliberação dos respetivos órgãos (juntas e assembleias de freguesia).

Independentemente da posição do executivo da Junta, a última palavra pertencerá sempre à Assembleia de Freguesia de Soajo no próximo domingo.

Câmara indica posição de voto

Os serviços municipais, por “incumbência do presidente da Câmara Municipal”, remeteram, via email, para as juntas, “informação relacionada com o processo de eventual não aceitação da transferência de competências para os órgãos das freguesias”.

No documento ao qual o blogue teve acesso, a Câmara recomenda que as juntas de freguesia, relativamente ao ano de 2019, “deliberem que não pretendem exercer as referidas competências […] para os órgãos das freguesias” na área da “instalação e da gestão de Espaços Cidadão”, lê-se no escrito, em jeito de minuta de ata.

A Câmara acrescenta ainda que “as juntas não dispõem de informação completa sobre a transferência financeira para a competência a transferir, nem tão-pouco o Fundo de Financiamento da Descentralização […] conta com verba inscrita no Orçamento do Estado (OE) para 2019”.

Mas esta proposta da Câmara, com alegações e orientação de voto, não tem em conta o facto de os órgãos representativos das freguesias gozarem de poderes legais para decidirem com plena autonomia, daí que, no dizer dos mais críticos, o executivo municipal esteja a “condicionar as votações das assembleias de freguesia”.

O presidente da Junta de Soajo, Manuel Barreira da Costa, a propósito da anunciada delegação de transferências para as freguesias, tem sublinhado que o que “as juntas precisam é de mais verbas para fazerem face às competências que já lhes estão atribuídas”, conforme referiu o autarca social-democrata na Assembleia Municipal de 21 de setembro do ano findo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 14:30

Terça-feira, 22.01.19

Trail na serra de Soajo

ST

A Academia Desportiva de Arcos de Valdevez, em parceria com a Junta de Freguesia de Soajo e a Câmara Municipal, organiza, no próximo dia 24 de fevereiro, a primeira edição da prova ‘Soajo Trail’. A iniciativa, a ladear paisagens de rara beleza (autênticos bilhetes-postais), é um convite ao exercício físico num território que também é rico em património histórico, cultural e arquitetónico.

A corrida, com linha de partida na famosa Eira Comunitária, será um desafio à resistência dos atletas no fabuloso enquadramento da serra de Soajo. Segundo a página oficial da organização, os inscritos com presenças confirmadas ou pendentes são já mais de cinquenta, provenientes de diversas localidades (Ponte de Lima, Melgaço, Monção, Viana do Castelo, Braga, Maia…).

A inscrição inclui t-shirt técnica, dorsal com chip, seguro desportivo, reforço alimentar, banho, medalha de participação e prémio para os terminadores nas categorias de trail curto, trail longo e caminhada.

De referir que Soajo já recebeu em anos anteriores etapas de trail running com reconhecido sucesso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:18

Sexta-feira, 18.01.19

Soajo na lista de áreas prioritárias para limpeza de combustíveis

IMG_8238

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) classificou 1142 freguesias de Portugal Continental como sendo áreas prioritárias para a fiscalização da gestão de massas combustíveis em matas, terrenos e florestas. 

De acordo com o Despacho n.º 744/2019, publicado em Diário da República, esta quinta-feira, 17 de janeiro, a freguesia de Soajo é considerada de primeira prioridade. Nesta lista, incluem-se, de igual modo, Álvora/Loureda, Cabreiro, Gavieira, Gondoriz, Grade/Carralcova e Sistelo.

O prazo para executar a limpeza nas localidades prioritárias termina a 15 de março.

Nos casos em que haja incumprimentos, as câmaras substituem-se aos privados infratores, os quais ficam sujeitos a coimas.

O secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, exorta a comunidade a um “reforço da atitude preventiva” a fim de “consolidar” os trabalhos de gestão de combustíveis iniciados há cerca de um ano.

Entretanto, desde o passado dia 15 de janeiro que a GNR iniciou em todo o território nacional a operação “Floresta Segura 2019”.

O Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) e o Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), em articulação com a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e o ICNF, vão promover “ações de sensibilização com o intuito de alertar para a importância dos procedimentos preventivos a adotar”, diz a GNR em comunicado.

Estas ações, dirigidas especialmente a autarquias, produtores florestais, agricultores e população escolar, estarão centradas à volta de comportamentos como o “uso do fogo em queimas e queimadas”, a “limpeza e remoção de matos”, a “manutenção das faixas de gestão de combustível” e a implementação de “medidas de proteção dos aglomerados e de autoproteção”, no âmbito dos programas “Aldeia Segura” e “Pessoas Seguras” (que já foram testados em 2018 no lugar de Vilar de Suente) – o facto de alguns munícipes se comportarem, ao abrigo dos referidos projetos, como agentes de proteção civil ajudará, dizem os especialistas, à redução do número de fogos no futuro e à diminuição da severidade dos mesmos.

Mas para se conseguir este desiderato as autoridades reclamam o empenho de todos na salvaguarda de pessoas e bens. Neste sentido, estão identificadas, pelo menos, três práticas preventivas de vincada importância: criar uma faixa de proteção de cinquenta metros à volta das casas; remover folhas, ramos e caruma da cobertura de habitações; manter o caminho de acesso a casa limpo e desimpedido. De realçar que dentro das faixas de segurança, nem tudo é para limpar/cortar, devendo-se preservar as espécies autóctones (carvalhos, castanheiros...).

Como a lei prevê, o acompanhamento dos agentes de autoridade será repartido por várias fases. “A fase de planeamento e execução de ações de sensibilização e de fiscalização” está subjacente às anteditas faixas de gestão de combustível, posteriormente, na fase de “reforço de patrulhamento e vigilância” dar-se-á enfoque à prevenção de comportamentos de risco, bem como deteção e combate de incêndios rurais, com o intuito de “garantir a segurança das populações, do seu património e do tecido florestal nacional”.

Na fase de combate aos incêndios rurais, serão empenhadas forças do GIPS, “em apoio à ANPC, através de “meios terrestres e helitransportados em ações de ataque inicial e ampliado/estendido”. Já o SEPNA “garantirá a validação, medição das áreas ardidas e investigação das causas dos incêndios”.

Para a GNR, “a proteção de pessoas e bens vai continuar a assumir-se como uma das prioridades da Guarda, sustentada numa atuação preventiva, com o envolvimento de toda a população e demais entidades públicas e privadas, o que permitiu, em 2018, comparativamente com 2017, reduzir em 40% as ocorrências de incêndio e em mais de 92% a área ardida” em Portugal.

No contexto regional, segundo os dados apurados de 1 de janeiro a 31 de agosto de 2018, o registo de incêndios fora do período crítico aumentou em 8% face a igual período de 2017.

“É notório que, fora do período crítico, muitos ainda assumem riscos realizando queimadas e queimas de sobrantes em condições ilegais e de muito risco”, disse recentemente o coronel Agostinho Cruz, comandante do Comando Territorial de Viana do Castelo.

“Este comportamento irá ser, pela nossa parte, objeto de intervenção ainda mais assertiva”, avisa o responsável.

Por outro lado, no mesmo período de referência, as ações de patrulhamento (defesa da floresta contra incêndios) aumentaram em 100% no Alto Minho, onde os incêndios na fase crítica (desde 1 de julho) diminuíram para cerca de metade em relação a 2017.

No concelho arcuense, foram contabilizados 182 incêndios florestais no ano findo.

jkhk

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:18

Terça-feira, 15.01.19

Parque Nacional retratado em exposição

50184519_10216887711680974_8402159253179072512_nO Museu da Imagem, em Braga, acolhe, até 27 de janeiro, a exposição “Olhares Secretos do Parque Nacional”, da autoria do fotógrafo alto-minhoto Carlos Pontes.

No conjunto de imagens mais emblemáticas, contam-se a raposa, o lobo-ibérico, a cabra-montês, a lontra europeia (foto que ilustra o artigo), a flora de espécies abundantes, os nevões na serra, os desfiladeiros e os ambientes inóspitos do único Parque Nacional.

A exposição pode ser visitada nos dias úteis (exceto segunda-feira), das 11.00 às 18.30, e nos fins de semana, das 14.30 às 18.30.

A entrada é gratuita.

Foto: Carlos Pontes

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:32

Segunda-feira, 14.01.19

Primeira organização dos cantares ao Menino Jesus juntou associações de três concelhos diferentes

IMG_9815O ciclo de festejos natalícios teve continuidade no passado dia 12 de janeiro com o primeiro encontro de cantares ao Menino Jesus na Igreja Paroquial de S. Martinho da Vila de Soajo.

Foram do agrado do público presente os cânticos maioritariamente entoados a capella (sem instrumentos musicais) pelos ranchos folclóricos de Vilarinho das Quartas e de Bravães (Ponte da Barca), assim como pela Associação das Cantadeiras do Vale do Neiva (Viana do Castelo).

De realçar o papel cada vez mais ativo do Rancho de Vilarinho das Quartas na preservação, valorização e difusão da cultura local.

A quadra festiva encerrou no domingo, 13 de janeiro, com o almoço de Reis, que a Associação dos Amigos de Vilarinho das Quartas organizou na sede da respetiva coletividade.

IMG_9820

IMG_9827

IMG_9833

IMG_9835

IMG_9830

IMG_9851

IMG_9842

IMG_9844

IMG_9875

IMG_9855

IMG_9859

IMG_9919

IMG_9900

IMG_9913

IMG_9971

IMG_9925

IMG_9882

IMG_9979Fotos: Marta Araújo

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:33

Pág. 1/3



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031