Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.


Segunda-feira, 17.06.19

Ação de limpeza em Soajo

A manhã do passado sábado, 15 de junho, foi dedicada à limpeza na vila de Soajo e nos lugares que deram corpo à iniciativa, a qual emparceirou a Junta e as associações aderentes, nomeadamente a Associação Moving Cause e a Associação de Vilar de Suente.

Os voluntários, munidos de luvas e sacos de recolha, percorreram os locais definidos, onde encontraram uma grande variedade de lixo, muito do qual “escondido” em pequenos aterros improvisados. Só o lugar de Vilar de Suente, por diligência da associação local, juntou 27 sacos de lixo na zona da ponte do “Porto Lapas” e no “Colado”.

No final da iniciativa, o lixo recolhido (entre latas e garrafas, sacos e recetáculos diversos, plásticos e ferrarias, guarda-chuvas partidos e farrapos apodrecidos, frascos e caixas de cartão, calçado e velharias…) foi transportado pelo Município para a estação de transferência de Oliveira.

Correspondendo à atual emergência pelas questões ambientais, esta ação de limpeza terá funcionado como um estímulo ecológico para alguns e, ao mesmo tempo, uma jornada de ciência cidadã pelo facto de, para além do lixo recolhido, ter sido obtida informação sobre quantidades e tipos de lixo encontrados. 

De referir que o público jovem tem, como se viu na realização soajeira, um papel de vincada importância na proteção dos espaços naturais, arquitetónicos e históricos, pelo alcance que pode encerrar na sensibilização da sociedade para as consequências ambientais, económicas e sociais da presença de lixo em locais eminentemente turísticos.

 

Fotos: Associação de Vilar de Suente e Soajo em Notícia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:30

Sexta-feira, 14.06.19

Grande festa de final de ano escolar em Soajo

A comunidade educativa do Jardim-de-infância e da Escola Básica Eira do Penedo, constituída por alunos, pais/encarregados de educação, professores e assistentes operacionais, reuniu-se, esta sexta-feira, 14 de junho, no salão da Casa do Povo para dizer “adeus” ao ano letivo 2018/2019, através da organização de um diversificado programa de atividades que aliou a vertente didática ao entretenimento.

Durante a manhã, foram-se sucedendo as dramatizações, as danças, as músicas e inclusive algumas marchas populares abrilhantaram grandemente a festa, que também teve a preciosa colaboração dos professores das atividades extracurriculares, bem como a inexcedível ajuda dos pais na decoração da sala.

Antes do almoço, servido no terreiro da Casa do Povo (com os contributos da comunidade e com a Junta a custear a carne grelhada), procedeu-se à entrega dos diplomas aos finalistas do pré-escolar (dois) e do ensino básico (quatro), certificados estes que funcionam como símbolo de motivação e de transição de ciclo, sendo que os recém-diplomados do 4.º ano também vão mudar de escola.

A Junta de Freguesia fez-se representar neste ato público pelos eleitos Manuel Barreira da Costa, Sandra Barreira e Fernando Gomes, enquanto a vereadora da Educação, Emília Cerdeira, fez as honras da Câmara da Municipal.

Boas férias são os votos do blogue Soajo em Notícia para toda a comunidade que dá "vida" à Escola da Eira do Penedo.

Fotos: Rose Marie Galopim

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:06

Quinta-feira, 13.06.19

Manuel Casanova conquista “dobradinha” no comando técnico dos juniores do Atlético dos Arcos

Ao derrotar o Vianense, por 3-2, no passado sábado, a equipa júnior (sub-19) do Atlético dos Arcos, orientada pelo soajeiro Manuel Casanova, juntou a conquista da Taça da Associação de Futebol de Viana do Castelo ao Campeonato. A proeza na prova regular garantiu um lugar no Campeonato Nacional de juniores (segunda divisão) na época 2019/2020.

Depois do título de campeão distrital, que só ficou decidido na última jornada, com a vitória (4-1) no reduto do Cerveira, o Atlético dos Arcos deu mais uma alegria aos seus apaniguados, ao bater o vice-campeão, Vianense, na final da Taça, disputada no recinto da Correlhã.

No agregado das competições, os números são avassaladores e revelam bem o poderio do Atlético: 33 jogos oficiais, trinta vitórias, um empate e duas derrotas, 182 golos marcados e 36 sofridos. No cômputo geral, e depois de um primeiro quarto de temporada com dois dissabores, a equipa afinou de vez a estratégia e partiu para uma longa série de vitórias, com apenas um empate pelo meio.

Para o treinador Manuel Casanova, a época titulada rende homenagem ao “trabalho” e à “qualidade dos jogadores”. “À medida que o campeonato ia decorrendo, o futebol foi fluindo cada vez melhor e a equipa foi conseguindo explanar todo o seu talento”, diz o técnico, que liderou um plantel constituído quase exclusivamente por atletas arcuenses.

Adepto do futebol ofensivo, Manuel Casanova explica a capacidade goleadora do Atlético dos Arcos. “A média superior a cinco golos por jogo é consequência da consistência da equipa em todos os momentos do jogo, da qualidade dos jogadores, da capacidade de criar desequilíbrios e do facto de criarmos muitas oportunidades por jogo”.

Segundo o jovem treinador, para além do staff, este título tem de ser repartido por várias outras instituições e pessoas. “Os clubes e treinadores arcuenses que trabalharam com esta geração de jogadores – ADECAS, ARC Paçô e ARC Guilhadeses – têm uma quota-parte do mérito, pois permitiram que os jogadores chegassem aqui bem preparados”, reconhece.

Apesar da reduzida base de recrutamento, o Atlético dos Arcos fez prevalecer, esta época, a “qualidade excecional da geração nascida no ano 2000”, mas o Campeonato Nacional (segunda divisão) vai exigir, obviamente, mais recursos na próxima temporada.

“Partindo da base que já temos (sensivelmente metade dos jogadores é júnior de primeiro ano), vamos tentar alargar o leque de recrutamento aos concelhos vizinhos (Ponte de Lima e Ponte da Barca) para acrescentar qualidade ao grupo”, sublinha ao blogue Soajo em Notícia Manuel Casanova, que conseguiu formar uma “família” onde imperou a “amizade” e a “dedicação ao trabalho”.

Com esta geração de campeões, o futuro do Atlético dos Arcos está mais do que garantido. “Acho que, eventualmente, há mais do que um jogador júnior que pode ingressar, já, na equipa principal, não sei se terá/terão logo muitos minutos de jogo, visto que a competitividade interna numa equipa que joga para subir aos nacionais é enorme”, declara o treinador.

Já o futuro de Manuel Casanova passa por continuar à frente da equipa júnior do Atlético dos Arcos, tendo o Campeonato Nacional como objetivo desafiante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 17:30

Terça-feira, 11.06.19

Festival de Vilarinho celebrou folclore e mostrou roupas dos antepassados (ver fotorreportagem)

Nas comemorações do seu aniversário, o Rancho Folclórico dos Amigos de Vilarinho das Quartas promoveu, no passado dia 9 de junho, a nona edição do Festival que se realiza anualmente por altura dos festejos do Dia de Portugal. Para além das danças e dos cantares, a organização de 2019 teve como principal novidade a realização de uma exposição com as roupas tradicionais usadas nos finais do século XIX e nos primórdios do século XX, resultado quer da recolha feita pelo Rancho quer da colaboração de vários particulares que cederam peças preciosas.

Antes das atuações, os grupos juntaram-se num almoço convívio nas renovadas (e ampliadas) instalações da Associação Cultural e Desportiva dos Amigos de Vilarinho das Quartas, e ainda visitaram a Eira Comunitária dos Espigueiros, na vila de Soajo.

Na sessão de discursos oficiais, Fernando Gomes, presidente da Associação de Vilarinho, agradeceu a presença de todos, evocando os “nove anos de luta do Rancho que tem representado bem as tradições locais”; Fábio Pinto, da Federação do Folclore Português (FFP), manifestou uma “palavra de apreço por mais um aniversário do Rancho”, pressagiando-lhe “anos infinitos para continuar a preservar as tradições”; Manuel Barreira da Costa, presidente da Junta de Freguesia, congratulou o Rancho de Vilarinho pelo “excelente trabalho, digno embaixador da cultura de Soajo”, e, por fim, Emília Cerdeira, vereadora municipal do Associativismo, sublinhou que os nove anos de existência do grupo aniversariante, tal qual a vida das crianças na escola, “representam a conclusão de um ciclo”, anunciando para o futuro um “caminho de sedimentação do bom trabalho feito pelo Rancho e pela Associação, […] em prol da memória do povo”.

Para além da entrega de bonitas lembranças (espigueiros em miniatura) aos grupos presentes, o pré-espetáculo ficou assinalado pelo gesto da Junta de Freguesia que atribuiu apoios à Associação de Vilarinho e ao Rancho para custear obras na cozinha (e gastos logísticos com convites, almoços…) e diversas despesas de funcionamento, respetivamente.

Em relação ao festival propriamente dito, para além do rancho anfitrião, que encerrou a jornada, subiram ao palco o Rancho Folclórico “Os Fazendeiros de Lagamelas” (Palmela), o Grupo de Danças e Cantares Regionais do Orfeão da Feira (Santa Maria da Feira) e o Rancho Típico de Esposende, quase todos eles com vários elementos infantojuvenis, sinal de que o futuro está mais do que garantido.

De referir que a exposição, quadro vivo da tradição de vestir há mais de cem anos na localidade, foi mais um passo seguro no trabalho consistente que o Rancho de Vilarinho tem vindo a desenvolver para obter, a curto prazo, o estatuto de sócio efetivo da Federação do Folclore Português.

“A mostra que está na sala é um sinal de que vocês estão a trabalhar e estão a cumprir a missão de um verdadeiro agente cultural e etnográfico”, disse Fábio Pinto, membro da Direção da FFP, no nono Festival de Vilarinho das Quartas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 17:35

Sexta-feira, 07.06.19

Festival promete folclore de primeira em Vilarinho

O Rancho Folclórico dos Amigos de Vilarinho das Quartas festeja o seu nono ano de existência no próximo domingo, 9 de junho (15.30), levando a efeito mais uma edição do seu Festival anual, desta vez com três grupos convidados.

Pisarão o palco o Rancho Folclórico “Os Fazendeiros de Lagamelas” (Palmela), o Grupo de Danças e Cantares Regionais do Orfeão da Feira (Santa Maria da Feira) e o Rancho Típico de Esposende.

O Festival, apoiado pela Junta de Freguesia e pelo Município, encerra com a atuação do Rancho anfitrião, um dos poucos no Alto Minho com estatuto de federado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:14


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2019

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30