Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.

Um jovem, com fortes laços familiares e de amizade a Soajo, assim como a S. Jorge e a Ermelo, morreu ontem na sequência de um acidente rodoviário nas imediações do poço das Mantas. Do sinistro, que aconteceu ao final da tarde, resultaram ferimentos ligeiros no segundo ocupante, que foi transportado para o Hospital de Viana do Castelo por mera precaução. Apesar de ativada, a equipa de mergulho e resgate não chegou a intervir nas operações.

Alertados pela mobilização no socorro de vários veículos, muitos populares rumaram ao local, onde a esperança deu logo lugar ao choque pela trágica fatalidade, consequência de um “despiste no sentido ascendente, seguido de queda na corga”, segundo disse ao blogue Soajo em Notícia fonte da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez.

Visto pelos próximos como um jovem “exemplar” e “amigo do amigo”, o finado era membro ativo do Rancho Folclórico das Camponesas da Casa do Povo da Vila de Soajo e tinha projetos de vida para realizar.

A pedido expresso, e em respeito pela dor e sofrimento quer das famílias quer dos amigos, o blogue Soajo em Notícia não ilustra o artigo com fotos suscetíveis de impressionar os leitores nem fornece mais pormenores sobre o ocorrido.

Neste momento de grande consternação, sentidas condolências à família enlutada e à comunidade em geral.

Para quando os rails de proteção?

Não é a primeira vez que se chama a atenção para a urgência em colocar guardas metálicas de proteção em muitas das estradas de montanha que atravessam a serra de Soajo com o objetivo de elevar a segurança rodoviária dos seus utilizadores.

Serão precisas mais fatalidades para se avançar com a medida?