Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.

O presidente do Município entrou em contacto com o recém-empossado Conselho de Administração da ULSAM para salvaguardar o funcionamento da Extensão de Saúde de Soajo.

“Com a aposentação do médico Luís Moreira, […] urge proceder à respetiva substituição, é preciso dar continuidade ao serviço que é prestado nesta unidade de Soajo. Foi essa a preocupação que nós manifestámos ao Conselho de Administração”, disse o edil João Manuel Esteves esta quinta-feira, 1 de fevereiro, em reunião do executivo municipal.

Mas, segundo o apurado por este jornal, junto de fonte da ULSAM, “é à Direção Clínica da USF UarcoS que, no estrito cumprimento de regulamentação específica, compete desencadear as diligências necessárias de forma a operar a substituição no polo de Soajo”.

Questionada sobre se a Extensão de Saúde de Soajo podia encerrar, a mesma fonte adiantou que “todos esperamos que não, é um serviço de proximidade que deve ser mantido”.

Luís Moreira “assentou praça” na Extensão de Saúde de Soajo em janeiro de 1986, “juntamente com o querido amigo e colega Lago da Costa”, onde “iniciámos a nossa carreira de Clínica Geral (hoje Medicina Geral e Familiar)”, lembra o clínico no Boletim Cultural Terra de Val de Vez, do Grupo de Estudos do Património Arcuense. Desde 1996 que o funcionamento da Extensão de Saúde de Soajo ficou reduzido a um médico.

Com quase 38 anos de serviço na Extensão de Soajo, Luís Moreira diz ter criado relações de afetividade com os utentes para a vida toda. “[…] Mais do que um médico de família, sinto-me um médico da comunidade, passando esta a constituir uma família mais alargada em relação à qual, ao fim de tantos anos e de tantas e tantas horas de partilha, eu passei a ter um sentimento de pertença. […] Terminando a minha atividade como médico, tenciono poder continuar a dedicar uma boa parte do meu tempo a desfrutar da amizade que me liga a toda aquela comunidade e, dentro do possível, continuar a ser útil”, lê-se na referida publicação.

Para o clínico, “embora o número de utentes inscritos na Extensão de Saúde de Soajo tenha diminuído drasticamente ao longo dos anos de funcionamento da mesma, os pressupostos que levaram à sua abertura continuam atuais, mantendo-se a dificuldade no acesso da população aos cuidados de saúde, pelo que sou um acérrimo defensor de que a Extensão se mantenha em funcionamento, continuando a prestar um serviço tão útil à comunidade”, preconiza Luís Moreira.