Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.



Sexta-feira, 31.08.18

Marcação do “novo” Caminho de Santiago por Terras de Soajo

effqwDepois de a Câmara Municipal ter aprovado, há cerca de sete meses, o trilho e a sinalética do “novo” Caminho de Santiago, que vai atravessar Soajo, está em curso a marcação do percurso, tendo a equipa técnica operado em Soajo esta semana. Este trajeto diz respeito ao denominado “Caminho de Celanova”, um dos circuitos que cruzam a área geográfica do Minho.

O percurso em terras arcuenses terá uma extensão de 37,4 quilómetros desde o lugar da Prova (Paçô) até à extremidade na fronteira entre Soajo e Lindoso, estando prevista a colocação de placas a dar as boas-vindas aos romeiros à entrada e à saída deste ciclo místico.

Resumidamente, os caminheiros vindos da Prova confluirão à vila de Arcos de Valdevez e, pela ponte oitocentista (que substituiu em 1880 a de construção medieval), seguem pela zona de Morilhões, Vale e S. Jorge. Aqui, descem pelo caminho que era feito pelos monges em direção à povoação de Ermelo, rumando, depois, à idílica vila de Soajo e, daqui, o roteiro passa por terras de Paradela até à barragem de Soajo/Lindoso, onde se toma a fronteira da Madalena, rematando a travessia em Celanova.

O trajeto, que não estava cartografado, será apetrechado com sinalética universal e padronizada, para além de integrar os principais pontos de interesse ao longo do caminho para que os mesmos sejam visitados e fruídos. Ao todo, serão colocadas perto de 150 placas em “várias tipologias” e com “diversos contrastes”, explicou em tempos Nuno Soares, chefe da Divisão Sociocultural.

O caminho em questão, apesar de (re)aproveitar, em muitos segmentos, o traçado antigo, não corresponde ao atravessamento primitivo (que remonta ao século XI), em virtude de lá para cá terem existido diversas construções – como a barragem de Soajo/Lindoso e a avenida à entrada da vila de Arcos de Valdevez – que alteraram substancialmente a “arquitetura” do terreno. O “novo” trajeto que resultar desta remarcação será “mais fácil e mais seguro do que o original”, assegura Nuno Soares, com base em cuidada avaliação técnica.

A iniciativa está englobada no programa de ações a empreender no Ano Europeu do Património Cultural, que se celebra em 2018.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Soajo em Notícia às 18:32



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2018

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031