Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, reunida no passado dia 10 de abril, decidiu alargar a gratuitidade dos passes escolares aos alunos do ensino secundário (via regular), sendo que o título já é gratuito para os estudantes até ao 3.º ciclo, bem como para os do ensino profissional. A medida implicará um acréscimo de “30 mil euros” ao orçamento anual com transportes escolares, segundo estimativa do Município.

Para a vereadora da Educação, “a proposta agora aprovada estava em avaliação há meses, até foi perspetivada a possibilidade de a introduzir no ano anterior, só que não se conseguiu concluir o estudo em tempo útil, trabalho que está a ser feito agora, através de um levantamento para elaborar o plano de transportes relativo a 2019/2020”, explica Emília Cerdeira, que, na prática, vai afetar a verba dos manuais escolares, entretanto custeados pelo Governo Central, ao transporte dos alunos do secundário.

À luz da proposta que a Câmara aprovou por unanimidade, o Município arcuense passará a financiar a totalidade do passe escolar dos estudantes com escalão A, suportando 75% e 50% dos encargos em matéria de transportes com alunos que têm escalão B e C, respetivamente. Esta medida beneficiará vários estudantes de Soajo até à conclusão do ensino secundário, acompanhando, por consequência, o aumento da escolaridade obrigatória até ao 12.º ano.

O edil de Arcos de Valdevez sublinha que, a partir do ano letivo 2019/2020, “os alunos arcuenses, do pré-escolar ao secundário, vão deixar de ter qualquer tipo de custo com o transporte escolar, que será todo ele financiado”, vinca João Manuel Esteves, acrescentando tratar-se de um “importante salto na política de apoio às famílias em termos de educação no concelho”.

Entretanto, de acordo com a vereadora Emília Cerdeira, a proposta agora sufragada será “integrada num programa de ajuda à redução tarifária, no âmbito de uma candidatura que a CIM Alto Minho irá submeter ao Fundo Ambiental”.

 

Escola de Soajo à beira de fechar

Os receios não são de agora, mas o encerramento da Escola Básica de Eira do Penedo pode ser uma realidade daqui a dois anos letivos.

“Não tenho grandes notícias, parece que em 2019/2020 a escola ainda vai funcionar, mas talvez não no ano letivo seguinte”, comunicou o presidente da Junta de Freguesia de Soajo, Manuel Barreira da Costa, no decorrer da sessão “Arcos Convers@: (des)igualdades em foco”, no passado dia 30 de março.

Ao blogue Soajo em Notícia, fonte próxima da Direção do Agrupamento de Escolas de Valdevez confirmou a ameaça que paira sobre a vetusta escola de Soajo.