Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.

Soajo em Notícia

Este blogue pretende ser uma “janela” da Terra para o mundo. Surgiu com a motivação de dar notícias atualizadas de Soajo. Dinamizado por Rosalina Araújo e Armando Brito. Leia-o e divulgue-o.

O Governo prorrogou até ao dia 31 de maio o prazo para que os proprietários limpem os seus terrenos, no âmbito das medidas de prevenção de incêndios rurais. A decisão de alargar o calendário teve em consideração a situação de pandemia que se vive há alguns meses.

Segundo a lei do Sistema Nacional de Defesa da Floresta contra Incêndios, após o prazo para assegurarem a gestão de combustível florestal, os proprietários ficam sujeitos a coimas, em caso de incumprimento, que variam entre 280 e 120 mil euros.

Segundo o Ministério da Administração Interna, a GNR vai, entretanto, prosseguir a Operação Floresta Segura 2020, “que permitiu já a realização de 3330 ações de sensibilização, que alcançaram 53 871 pessoas”.

Limpeza das faixas de gestão de combustível

Entretanto, a brigada de sapadores dos Baldios de Soajo está a proceder à limpeza das faixas de gestão de combustível no âmbito da política de prevenção de incêndios. Para além da operação de limpeza nas imediações de casas (e da estrada), estão previstas intervenções dentro das vedações.

Como a lei determina, a equipa de sapadores tem criado faixas de proteção de cinquenta metros à volta das casas (e outras edificações) em área baldia.

Complementarmente, no contexto das intervenções territoriais integradas, e ao abrigo dos apoios zonais de caráter agroambiental, estão em execução 37 hectares de limpeza no espaço confinante ao “Triângulo do Mezio”.

Foto: Jornal Expresso